Gatabaia

"Se procurarmos a verdadeira fonte da dança e nos virarmos para a Natureza verificamos que a dança do futuro é a dança do passado, a dança da eternidade, que sempre foi e será a mesma." Isadora Duncan (1878-1927)

18 abril 2007

Pôe Mais



Ofereci-me um manancial de poesia, mais exacta: 2001 poesias. No Natal/01.
Uma relíquia que insisto desde o primeiro instante em chamar ‘Rosa dos Ventos’, talvez por ser a minha bíblia exista eu com brisa aragem ventanias vento leste norte ou sul.

Do ‘Mito da criação’ inicial, ao ‘Testamento’ final, passando pela introdução de MHM : ‘Há muitos e muitos milhares de anos, a poesia aproximou-se do homem e tão próximos ficaram, que ela se instalou no seu coração. E começaram a ver o mundo conjuntamente estabelecendo uma inseparável relação que perdurará para sempre. Não demorou muito a que a poesia se emancipasse, autonomizando-se. Como uma rosa de cujas pétalas centrípetas emana a beleza e o mais intenso perfume, sem nunca prescindir da defesa vigilante dos seus espinhos, assim cresceu livre a poesia carregada de silencioso mistério e sedução’. Uma relíquia.

***

Eu também acho, como Charles LLoyd que 'A Música é uma força que cura. Tem a capacidade de transcender barreiras, vai directa ao coração, pode falar à profundidade do espírito, onde as palavras não são necessárias. É uma das formas mais poderosas de comunicação e expressão da beleza” . Mas será? Está feita a promessa e eu espero que sim, vamos ver ouvindo.
poe mas música.



Mantenhas

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home