Gatabaia

"Se procurarmos a verdadeira fonte da dança e nos virarmos para a Natureza verificamos que a dança do futuro é a dança do passado, a dança da eternidade, que sempre foi e será a mesma." Isadora Duncan (1878-1927)

14 junho 2006

Pamukkale



Há quem o tenha procurado num pássaro, é feito de pássaros; há quem o tenha procurado numa palavra ou nas letras dessa palavra; há quem o tenha procurado, e o procure, num livro anterior ao arábico em que foi escrito, e anterior ainda a todas as coisas; há quem o procure na frase Sou O Que Sou. (...)

Conjectura-se que o seu sangue lateja no teu sangue, que todos os seres o engendram e foram engendrados por ele e que basta inventar uma clepsidra para medir a sua eternidade.

Espreita nos crepúsculos de Turner, no olhar de uma mulher, na antiga cadência do hexâmetro, na ignorante aurora, na lua do horizonte ou da metáfora. Foge-nos de segundo a segundo. A frase do romano gasta-se, as noites roem o mármore.

“Os Conjurados" - A vasta procura - de Jorge Luis Borges – 1985

Necessária, sempre, a procura, mesmo e por força de não saber o quê.

Pamu ?!?

kale prubléma di nôs humánu ?!?

Inçatisfaçón .

Seria a cidade das heras ?

Eram horas.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home