Gatabaia

"Se procurarmos a verdadeira fonte da dança e nos virarmos para a Natureza verificamos que a dança do futuro é a dança do passado, a dança da eternidade, que sempre foi e será a mesma." Isadora Duncan (1878-1927)

26 setembro 2007

Casa Nostra



Banhei-me em águas das orquídeas
Lavei os meus cabelos com perfumes
Vesti o meu robe colorido
Pintado com flores
Indo o espírito, e voltando
Sustendo-se por agora nas alturas
Iluminado e flamante
Numa glória sem fim
Serenidade merecida
No templo da longa vida
E o sol e a lua rasteando
A esteira do seu brilho acompanhado
Num carro puxado por um dragão
Passeia-se o espírito como um deus
Flutua errante pelos céus
Vagueando puro na imensidão
Majestoso espírito que
Ora descendo lentamente
Ora subindo prontamente
Muito por acima das nuvens
No Chi-Chou detém o seu olhar
Tão longe na distância
Cruzando os quatro mares
Que terras há visitado
Penso em ti, Senhor
Suspirando longamente
Meu coração cheio de dor
Magoado grave, gravemente. a)
Mantenhas


Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home