Gatabaia

"Se procurarmos a verdadeira fonte da dança e nos virarmos para a Natureza verificamos que a dança do futuro é a dança do passado, a dança da eternidade, que sempre foi e será a mesma." Isadora Duncan (1878-1927)

21 dezembro 2006

Entre Tanto 3



Solstício. Inverno. Noite Grande. dong zhi .

Iberno nas flores azuis dos carris da primavera.

"Em solstício me esqueço e permaneço
inerte, centrado, desabitado de “outrem
ninguém”, no solilóquio desfreqüentado,
em precipício, insulado, no artifício
de manter-se uno, desobrigado, inteiro
e poder bastar-se, derradeiro, e asilar-se.

No meu solipsismo radical de celibato
nem cultivo o recato, afinal presumido
possuo sem ser possuído, se possuído não
cultuo sentimentos, assumido temporão.

Não, não e não!!! Eu me afasto do mundo
ao mais profundo desvão, nem por isso casto
pois a sina do recato me alucina
com sortilégios, impropérios e falsos remédios."a)

Mantenhas

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home